Saber que eu ainda estou sujeita... Por favor, leia.

Olá Pessoas! Quanto tempo, né? Gente eu também não iria postar hoje se eu não tivesse tido um dia tão cheio. Vamos ver por onde começo... Pra quem não sabe, todos nós aqui estamos nos bastidores do RLR - Retiro do Líder Radical. Hoje sendo mais um dia de estarmos bem arrumados no sol tinindo(para aqueles que não sabem o que é isso, é só perguntar pra um maranhense) tentando convencer alguém a nos patrocinar(rs) encostamos numa lanchonete...

Enquanto o lanche não chegava, eu a as meninas resolvemos tirar foto. Logo o rapaz que nos atendeu se prontificou a ajudar a centralizar a imagem, já que ele estava no balcão. A foto ficou distante e ele usou o zoom do celular dele pra tirar e mandou via bluetooth pro celular da minha discipula. Nós já estavamos lanchando quando eu percebi que o cara tava tirando foto minha. Na mesma hora me escondi e disse pras meninas. Depois de um tempinho Suelen alarmou: O cara tá mandando vídeo imoral pro meu celulaaarrr!!!! Josélia se apavorou. Respirei fundo e disse pras meninas se acalmarem que nós iriamos evangelizá-lo. Na hora de ir, fomos até ele e o convidamos para ir a igreja. Ele ficou vermelho, azul, roxo... e respondeu: EU SOU CRENTE DA IGREJA FULANA - (uma igreja com doutrinas altamente conservadoras...)! Minha discipula que não estava acostumada com esse tipo de situação ficou chocada. Saímos do estabelecimento comentando sobre o acontecido e uma senhora que veio pra nossa frente quando Josélia pronunciou que "aquele não era crente coisa nenhuma!" olhou pra nós com sua religiosa roupa e cara amarrada achando que estavamos falando mal de cristãos que me deu vontade de dizer: É senhora, acho que aquele rapaz era da sua igreja...

   

Atravessando a praça pra pegar ônibus o hippie me chamou. Começamos a conversar no tempo que nos restava e ele disse: Sou do Ceará e minha mãe faz parte do círculo de oração, mas o que adianta ela ganhar muita gente e perder a alma dela? CARA... eu não pude falar nada pra ele. Afinal, ela era mãe dele. Eu não poderia perder o pouco tempo que tinhamos conversando sobre as circunstâncias que o levaram a estar ali porque se fosse por isso eu e as meninas também estariamos, mas falei pra ele sobre o poder do Espírito Santo - Aquele que cura, transforma, liberta... Aquele Ser Poderoso o qual temos pago um preço para conhecer. Quando estavamos indo ele agradeceu a atenção e disse que admirava jovens que transmitiam "a mensagem positiva do Divino" com sinceridade e liberdade como ele sentiu. No final ele tirou as palavras da minha boca pedindo uma oração. Demos as mãos e oramos todos juntos ali mesmo.

O que estou comentando hoje não é pra "bater na igreja" ou concordar com alguns imaturos por aí que dizem que ela é uma instituição falida. Quem sou eu pra achar que posso dar palpite naquilo que é da conta de Deus! SE EU continuo sendo amiga do Noivo, A Igreja com certeza continua sendo Noiva de Cristo e eu a amo por isso, desde que decidi amar o que Cristo ama. MAS... Gostaria de frizar duas coisas: A você querido que talvez pensa que não vai encontrar problemas numa igreja(e se encontrar uma sem problemas sendo constituida por seres humanos, por favor, me informe pra eu ir me congregar... quando eu não for mais problemática...) saiba que você está profundamente equivocado. A igreja é lugar para doentes e ali todos nós seremos tratados até que Cristo seja visto em nós; A você que não quer a cruz, mas se diz estar nela, fique pelo menos "na sua"(já que a porta tem que ser aberta para todos aqui na terra) para não atrapalhar a entrada daqueles que precisam!

Amados, fiquem firmes no templo ou no campo sendo e fazendo a diferença! Graça e Paz. Indeciso

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Nordeste, SAO LUIS, Mulher, Música, Arte e cultura, evangelho...

O que é isto?
Visitante número: